Dicas para o Motociclista

Saiba quais são as melhores formas de comprar uma moto

/
3 0
saibaquaissaoasformasdecomprarumamoto

Assim como as motos, as formas de compra mudaram bastante ao longo dos anos. A internet apresenta provas claras disso, pois novas instituições financeiras estão aí para facilitar a nossa vida. Mas com tantas opções, surge uma dúvida: como comprar moto sem pagar muito mais do que o valor do produto?

Afinal de contas, quanto maior o valor, maior o temor! Então, qual seria a melhor forma de comprar esse veículo? Financiamento? Consórcio? Enfim! O objetivo deste post é ajudar nesse dilema, eliminando suas dúvidas e facilitando a sua tomada de decisão. Por isso, sem mais demoras, acompanhe!

A decisão entre comprar moto nova ou usada

Logo de cara, chegamos na primeira questão que deve ser resolvida. Pois veja, a compra de motos novas e usadas costuma ser um pouco diferente, tanto na forma de aquisição como no orçamento do comprador — afinal, os modelos seminovos e usados são mais acessíveis.

Para solucionar esse dilema, você deve se questionar o que espera dessa compra. Quer um exemplo disso? Então, responda positivamente ou negativamente às seguintes perguntas. Para você, é importante:

  • contar com os 3 anos de garantia da fábrica?
  • contar com um plano de manutenções já pagos?
  • contar com a substituição gratuita do óleo em 7 revisões?

Caso tenha respondido sim para as três perguntas, você definitivamente está em busca de um modelo zero km. Até porque apenas um modelo novo pode oferecer essas conveniências. E aqui, não há como negar, pois o longo período de garantia dá uma tranquilidade sem tamanho para o consumidor.

Mas obviamente, toda essa conveniência tem um preço, representada pela diferença de valor entre um modelo zero e um usado. Mas digamos que você não se importa com isso. Para você, está tudo bem se a compra não for acompanhada dessas vantagens, basta que a moto esteja em boas condições e apresente um bom custo-benefício.

Então, você tem tudo para ser um proprietário feliz de uma moto seminova ou usada. Naturalmente, é interessante que você faça essa compra em uma concessionária licenciada, pois assim contará com a certeza de se trata de um veículo em boas condições mecânicas, bem cuidado e pronto para atender as suas expectativas.

A compra de uma moto nova

Antes de tudo, você precisará de dinheiro. Sim, isso é óbvio. Contudo, o pagamento não necessita ser à vista, embora haja vantagens nessa modalidade. A depender da concessionária que você escolher, as condições de pagamento podem ser bem facilitadas e tranquilas para quem não está com o valor todo nas mãos. Por falar nisso, você sabia que 79% das compras dos brasileiros não são à vista? É isso o que diz um estudo do SPC Brasil.

Para definir qual a melhor forma de comprar uma moto é preciso analisar primeiramente a sua situação. Por exemplo: você quer tirar sua moto na hora, ou pode esperar mais um pouco? Está com o nome sujo? Tem condições de oferecer algum valor como entrada? Depois de identificar sua situação, é hora de saber quais são as opções que o nosso grupo oferece. Vamos lá!

O funcionamento do pagamento à vista

“Quem pode, pode”. — Martinho da Vila.

Estar com o dinheiro todo em mãos permitirá que você tenha maior margem para negociações e possíveis descontos. Independente da moto que você escolher, o valor de tabela pode ser dividido em até 12 vezes sem juros. Contudo, pagando à vista, o desconto pode chegar até 7%, sendo que muitas outras concessionárias de motos oferecem apenas 5% de redução.

Para visualizar melhor esse desconto, imagine uma moto que custa 10 mil reais. Com até os 7% de desconto ela ficaria por 9.300 reais. Entretanto, para quem não pode comprar a moto à vista, existe outras formas de comprar uma moto. Veja a seguir como funciona a compra por meio do financiamento.

A compra por meio do financiamento

É nessa parte que está a dúvida de muitos. Vamos deixar bem explicado, então. No financiamento, o pagamento do valor total da moto para a concessionária é feito pelo banco ou pela instituição de financiamento. Portanto, a sua dívida será com o banco e não com a loja.

Para lhe fazer esse “favor”, o banco cobrará uma taxa juros em cima das parcelas que você se comprometeu a pagar. Quanto mais parcelas, mais juros. Uma boa dica é dar um valor de entrada para suavizar as prestações e os juros. Não se esqueça de que até quitar o valor da moto, ela estará em nome do banco e não no seu.

Qual a grande vantagem do financiamento, afinal? Poder retirar a moto quase que de imediato. Se escolher essa forma de pagamento, podemos entregar a sua sonhada moto em 3 ou 4 dias após a aprovação e tendo o modelo em estoque. O financiamento pode ser feito através do Banco Honda, ou você pode escolher qualquer instituição financeira para fazer essa operação.

Um cuidado é necessário, porém: taxas e serviços embutidos no contrato de financiamento. Algumas instituições oferecem serviços como o “Seguro proteção financeira”. Obviamente, um valor será cobrado por isso. O problema é que muitos consumidores não são bem informados e acabam pagando por algo que é opcional.

As outras formas de comprar uma moto

É possível dividir sua moto em 12 vezes no cartão de crédito. A depender da sua renda mensal essa opção pode ser excelente. Afinal, você não precisará pagar o valor à vista e não pagará nada de juros por isso. Principalmente se houver uma quantia de entrada, essa forma de pagamento será ainda mais interessante.

Além disso, recebemos pagamentos por cheques em até 6 prestações. Tudo isso para facilitar a sua vida e colaborar para que você tenha a sua moto novinha.

Considerar um consórcio

A grande vantagem do consócio é poder pagar sua moto aos poucos. Além disso, não há taxa de entrada. Basicamente, o consórcio funciona como uma poupança coletiva em que todos os participantes pagarão as parcelas mensais. Quando se atinge o valor de uma motocicleta, é feito um sorteio para um membro do grupo. Assim, você pode ser tanto o primeiro como o último no sorteio. Contudo, se você tiver muita pressa e quiser antecipar a retirada da moto, é possível oferecer um lance para acelerar o processo.

O consórcio é uma boa maneira de jovens conseguirem sua primeira motocicleta. Um jovem de 16 anos, por exemplo, pode iniciar o plano de pagamento para quando completar 18 poder dar um lance e retirar a moto. Quem quer trocar de moto também pode encarar o consórcio. Após pagar certa quantidade de parcelas, podemos receber a moto usada como lance para pegar a motocicleta nova.

Nosso objetivo é tornar acessível para todo mundo a aquisição de uma moto. Para quem não tem condições de pagar altas parcelas, há planos que iniciam com valores de 129,73 reais por mês que variam conforme modelos e modalidade de consórcio. Para quem é universitário, fica ainda melhor. No caso da troca de moto, podemos pegar a usada com base no valor da tabela Fipe, após uma avaliação. Muitas facilidades, não é mesmo?

Analisar a documentação da moto

Esse é um detalhe da maior importância. Infelizmente, ainda existem muitos consumidores que, desavisados, caem em golpes, fraudes e problemas com a moto que compraram. Por isso, sempre frisamos para os nossos leitores: está interessado na moto? Inspecione o documento dela!

Sinceramente, nunca deixe de fazer isso se você estiver comprando uma moto com pessoa física ou por anúncio pela internet. Para isso, você pode usar serviços como o Carcheck e o Checkauto, pois ambos fazem um pente fino no histórico do veículo, identificando envolvimento em acidentes, leilões, sinistros e afins.

Ainda assim, você sempre pode tomar a decisão mais sensata e ir até uma concessionária licenciada da montadora. Afinal, esses estabelecimentos não vendem apenas motos zero, mas também os modelos seminovos e usados, com toda a procedência e confiabilidade da marca.

Escolher um modelo com bom custo-benefício

Quanto mais apertado o orçamento, mais estritamente racional deve ser a sua compra. Tratando-se de motos, você deve identificar aqueles modelos que oferecem mais por menos. Por exemplo, você prioriza simplicidade na condução acima de tudo? Dê uma olhada nas scooters de entrada!

Procura uma moto mais robusta para o cotidiano, com um menor custo e índice de manutenção? Então, veja a linha de motos city, todas urbanas e com um preço super acessível. Enfim, o objetivo é encontrar a moto mais compatível com as suas necessidades, e como sempre, priorizando a economia de combustível.

Considerar o custo de seguro

Mas para que seguro? Já tem o DPVAT! Nada disso, amigo leitor! A cobertura do DPVAT é algo muito específico e pouco funcional para o cotidiano das motos. Por isso, sempre frisamos a importância de uma boa apólice para proteger aquilo que você batalhou para conseguir, certo?

Por isso, faça uma pesquisa de mercado, ligue e cote preços em algumas seguradoras. O que importa é ter uma noção antecipada desse custo, garantindo que você possa pagá-lo sem prejudicar o seu orçamento e nem negligenciar a proteção da moto.

Fazer o Test Ride

Por último e mais importante: faça o teste de rodagem! Comprar algo sem testar é um convite à decepção. Então, não dê chance para que esse momento tão bacana se transforme em algo ruim. E nem fique envergonhado de pedir isso ao vendedor, pois a função deles é garantir que você esteja confortável com o veículo.

Por esse motivo, a própria Cometa Motocenter implementa o Test Ride, uma prática nacional da Honda de auxiliar o consumidor a dar uma volta na moto, sentir seus pontos positivos e assim, tomar uma decisão bem fundamentada de que essa é a compra que você precisa.

Apresentamos neste texto as melhores formas de comprar uma moto. Se puder comprar à vista, ótimo! Se não puder, faça um consórcio ou financie. Esperamos que este post tenha ajudado a clarear um pouco as coisas para orientar você no rumo de uma boa decisão. Pense bem e se planeje com cuidado.

Se ainda restarem dúvidas, fique à vontade para nos encher de perguntas. Teremos prazer em ajudar você. Para isso, você pode entrar em contato pelo nosso WhatsApp agora mesmo.

Posts Relacionados
/

Assim como as motos, as formas de compra mudaram bastante ao longo dos anos. A internet…

0 0
/

Assim como as motos, as formas de compra mudaram bastante ao longo dos anos. A internet…

0 0
Leave a Reply

Your email address will not be published.