Dicas para sua moto

Motor de moto: entenda como ele funciona e os principais tipos

/
7 0
motor-de-moto

Compreender o funcionamento do motor de moto e suas partes principais é essencial. Isso contribui para que o proprietário consiga preservá-lo por muito mais tempo de forma correta. Você já deve saber, por exemplo, que o motor é uma das partes mais importantes da moto, mas talvez também imagine que, por se tratar de mecânica, seja um assunto muito complexo de entender.

Para desmistificar isso, desenvolvemos este conteúdo. Você vai compreender quais são os tipos de motor existentes, seus principais componentes, como ele funciona, a capacidade de desempenho e como trocar o óleo do motor — procedimento básico, mas essencial para a preservação da moto.

Se deseja conhecer tudo isso para poder cuidar melhor da sua moto Honda ou até mesmo aprender sobre o assunto antecipadamente para quando adquirir sua primeira moto, então chegou ao lugar certo. Continue com a gente e tenha uma ótima leitura!

Quais são os tipos de motor de moto?

Frequentemente, a indústria das duas rodas lança diversas novidades no mercado buscando otimizar a manutenção preventiva e a experiência dos motociclistas. Com isso, o principal item da moto também passa por melhorias. Por isso, é importante compreender que existem 4 tipos de motores, sendo eles:

  • monocilíndrico;
  • bicilíndrico;
  • tricilíndrico;
  • tetracilíndrico.

Na sequência, vamos falar mais sobre cada um. Confira!

Monocilíndrico

Esse é o tipo de motor mais simples e compacto do mercado. Além de suas dimensões um tanto reduzidas, ele tem apenas um pistão e menos peças internas.

O motor monocilíndrico é ideal para motociclistas que transitam por áreas que exigem força, visto que ele pode gerar torque até mesmo em baixa rotação, como vias com defeitos, obstáculos e até mesmo o trânsito nas grandes cidades, o que exige diversas paradas.

Bicilíndrico

No caso do motor bicilíndrico, as principais características estão diretamente relacionadas com seus dois cilindros e dois pistões. Esse é o tipo de motor mais comum em motocicletas apropriadas para as estradas e até mesmo em motos de competição. O motor bicilíndrico proporciona conforto e estabilidade ao condutor, pois ele pode gerar torque em faixas médias de giros.

Tricilíndrico

Composto por três cilindros, o motor tricilíndrico é capaz de superar a performance de torque do motor de dois cilindros, visto que sua capacidade de gerar torques em média e alta rotações pode realizar um excelente desempenho durante a aceleração e em momentos de retomadas.

Sobre o conforto, esse tipo de motor minimiza o nível de vibração durante a rotação dos cilindros e, portanto, acaba por ser ideal para aqueles apaixonados pela velocidade. Se esse for o seu caso, lembre-se sempre de ser prudente, tudo bem?

Tetracilíndrico

Os motores tetracilíndricos têm dimensões um tanto elevadas e mais peças. Por isso, são mais complexos. Como já era de se prever, esse também é o tipo de motor com maior valor.

O motor tetracilíndrico é ótimo para quem curte longas viagens nas estradas, mas não é muito indicado àqueles que enfrentam o tráfego congestionado diariamente nas grandes metrópoles.

Seu desempenho é muito bom em alta rotação, com mínimo reflexo em vibrações. Porém, ele tem baixo torque em rotações mais baixas.

Por isso, é importante pensar bem em todas as informações que destacamos aqui caso deseje adquirir uma moto com esse tipo de motor.

Quais são os principais componentes do motor?

Agora que você já conhece os tipos de motor existentes, chega o momento certo de saber quais são os principais componentes desse item tão importante para o funcionamento da moto. Neste tópico, falaremos sobre 4 componentes, sendo:

  • válvulas;
  • tampas;
  • cabeçote;
  • velas.

Válvulas

As válvulas de admissão e de escape são pequenas peças essenciais para gerar movimento ao motor. Seu papel é permitir a entrada e saída de combustível e ar do motor para que ele possa funcionar perfeitamente.

As válvulas de admissão são responsáveis pela nutrição e retirada de ar e combustível da câmara de combustão. É nessa câmara que ocorre o acionamento de outras peças que permitem o pleno funcionamento do motor.

No caso da válvula de escape, o objetivo é evacuar os gases da ação de combustão para que mais ar e combustível possam chegar à câmara. Assim, é possível a execução do processo continuamente enquanto a moto permanecer ligada e em funcionamento.

Tampas

As tampas têm um papel essencial na preservação do motor de uma moto: impedir que o fluido do sistema vaze ou até mesmo a entrada de sujeira como poeira, insetos e outros elementos que possam contaminar o sistema.

Cabeçote

O cabeçote é a peça responsável por direcionar funções ao motor. Além disso, a peça é importante por possuir características que impedem qualquer tipo de explosão que possa ser gerada devido à alta temperatura do motor.

Velas

As velas exercem o papel de gerar a eletricidade necessária para a câmara de combustão em forma de centelha. Durante o seu acionamento, elas geram uma espécie de explosão com ar e combustível liberados pelas válvulas, criando a combustão para o funcionamento do motor.

Como funciona o motor de uma moto?

O funcionamento do motor é iniciado a partir do acionamento da vela de ignição que gera a eletricidade necessária para criar a combustão. Em seguida, essa combustão dá início ao movimento dos pistões, que se deslocam para cima e para baixo. Isso ocasiona a abertura e o fechamento das válvulas para que o combustível chegue ao interior da câmara de combustível.

Após essa sequência de acionamentos no motor da moto, a energia gerada entra em contato com a transmissão enviando estímulo para a roda traseira, o que permitirá o início do movimento e trânsito do veículo.

Já a capacidade de desempenho dos motores está diretamente relacionada à capacidade cúbica, uma margem em centímetros cúbicos para deslocamento do pistão dentro do bloco do motor. Essa medida pode ser determinante para uma boa experiência dos motores.

Como trocar o óleo da forma correta?

Ainda pensando no bom funcionamento do motor de moto, é importante que você conheça como deve ser feito o procedimento de troca de óleo da moto de forma correta.

Para isso, é necessário que, antes de executar o procedimento, sejam verificadas a viscosidade e a classificação API do óleo. Durante o processo, com o motor levemente aquecido, utilize uma ferramenta adequada como um funil. No fim, tampe bem a área para evitar vazamentos do fluido e o procedimento estará concluído.

Compreender o motor de moto nem parece tão complicado como imaginava, não é verdade? Neste artigo, vimos tipos, características, componentes, funcionamento e outros itens importantes para o seu conhecimento sobre esse item tão importante.

Gostou do conteúdo? Aproveite e conheça 11 dicas básicas sobre mecânica de motos.

Posts Relacionados
/

Compreender o funcionamento do motor de moto e suas partes principais é essencial. Isso contribui…

0 0
/

Compreender o funcionamento do motor de moto e suas partes principais é essencial. Isso contribui…

0 0
Leave a Reply

Your email address will not be published.