Dicas para o Motociclista

Descubra como escolher a moto ideal!

/
21 0
moto-ideal

Com tantas opções no mercado, escolher um modelo de motocicleta pode ser uma tarefa complicada. Mas pesquisando bastante e refletindo sobre suas necessidades, dá para saber como escolher a moto ideal. Assim, você terá a oportunidade de desfrutar ao máximo os recursos do veículo, mantendo a segurança na condução e gastando apenas o necessário.

Seja para trabalhar, passear ou se locomover diariamente, com certeza existe uma motocicleta perfeita para você e, claro, para o seu bolso. E nós vamos ajudar você nesse desafio. Continue a leitura e veja como escolher a moto certa para você!

CONSIDERE ONDE VAI USAR A MOTO

Um dos fatores mais importantes para saber como escolher a moto ideal é determinar onde ela será utilizada a maior parte do tempo. Verifique se você vai rodar em ruas e avenidas da cidade, em rodovias asfaltadas ou em estradas de terra da zona rural.

Caso a utilização seja maior na área urbana, o ideal é escolher motos menores, como as scooters e a linha city. Elas são mais práticas e fáceis de conduzir.

Por outro lado, essas motocicletas não são recomendadas para pegar rodovias. Nesse caso, é melhor partir para modelos com maior cilindrada, como as naked, trail ou touring. Além de proporcionarem posição de pilotagem mais confortável para viagens, são bem mais potentes. Isso garante mais segurança nas estradas que exigem velocidade alta.

Agora, se o pavimento que você vai rodar é ruim ou inexistente, será preciso escolher uma moto do tipo trail ou off-road. Esses modelos oferecem curso maior na suspensão, para-lamas maiores e mais altos e pneus adequados ao uso na terra.

ENTENDA O SEU PERFIL PARA ENCONTRAR A MOTO IDEAL

Assim como você tem sua personalidade, cada modelo de moto possui características, toques e traços distintivos. Com isso em mente, para escolher a moto ideal é preciso identificar a que se encaixa em sua personalidade. Veja alguns perfis comuns de motociclistas:

  • prático — estão cansados do trânsito e querem uma moto ideal para facilitar a vida e não perder tempo. Certa comodidade para a vida urbana não cai mal e uma moto com espaço para guardar capacete e outros itens seria uma boa. A personalidade desse motociclista combina com uma scooter, como a PCX;
  • turista — gosta mesmo é de respirar novos ares no fim de semana. Sejam ares urbanos ou campestres, aventura não pode faltar. Talvez não seja preciso tanta velocidade, mas uma moto que anda bem em diversos terrenos seria o ideal. Qual a indicada? Talvez um trail, como a XRE 300 ou a CB 500X;
  • hobby — aqui não há muito o que discutir. Leve em conta apenas o seu gosto e seu bolso;
  • econômico — diferente de quem está afim de curtir um hobby, o econômico pensa mais no bolso. Não é o caso de ser um “pão duro”, mas na maioria dos casos, outros objetivos de vida estão em vista. A moto será apenas um meio, e não um fim. Entre as mais econômicas estão a POP e a Biz.

DEFINA A PRINCIPAL UTILIZAÇÃO DO VEÍCULO

Outro ponto fundamental a ser verificado para escolher a moto ideal é a finalidade. Isso é importante porque não existe uma motocicleta perfeita em qualquer condição de uso.

Então, se você utilizar uma moto para o trabalho, prefira um modelo econômico e robusto, como os da linha city. Para a locomoção diária, uma boa dica são as scooters, também econômicas e ainda mais confortáveis.

Agora, se a ideia é passear, existe uma infinidade de opções. Uma delas é a naked, que pode ser usada tanto na cidade quanto na estrada, e ainda tem ótimo desempenho. Existem ainda as trail, para quem gosta de pilotar em uma posição ereta e pega estrada com frequência.

Falando em pegar estrada, existem duas linhas de motocicletas para rodovias destinadas aos pilotos mais exigentes. São as esportivas, para quem quer acelerar forte, e as touring, para os que desejam o máximo de conforto.

CALCULE O CONSUMO DE COMBUSTÍVEL

Muitos adquirem uma moto por ser uma alternativa mais econômica e passam a deixar o carro em casa. Ao comparar com os automóveis, as motocicletas realmente são mais econômicas.

Entretanto, se a economia de combustível é essencial para você, saiba que existem modelos extremamente econômicos, mas outros nem tanto. As mais econômicas são os modelos de menor cilindrada, como as scooters e as city. Já as superesportivas e as touring gastam mais combustível. As trail e naked ficam no meio-termo.

PESQUISE A DURABILIDADE DA MOTO

Se para você a moto ideal deve ser robusta e acompanhar seus desafios diários, você não pode adquirir qualquer uma. Existem modelos mais “sensíveis”, que exigem maiores gastos na manutenção. São os casos das esportivas e das touring. É preciso estar preparado para arcar com essa responsabilidade.

Por outro lado, as city e as trail são muito duráveis e têm manutenção bem mais em conta. Com elas, você pode ficar tranquilo, pois vai ter robustez de sobra e o combustível vai render mais.

SAIBA SEU BIOTIPO

Analisar o seu biotipo e experiência de pilotagem é imprescindível para acertar na receita de como escolher a moto ideal. Esses fatores influenciam muito no conforto e na segurança, o que é fundamental ao conduzir uma motocicleta, certo?

Pessoas de baixa estatura, por exemplo, terão mais dificuldades em pilotar modelos da linha trail, que são mais altas. Já as motocicletas mais pesadas, como as de maior cilindrada, podem ser perigosas para quem tem pouca experiência de pilotagem ou não tem muita força física para segurar a moto.

Se você não tiver experiência com motos, comece pelas de menor cilindrada, até as de 300, por exemplo. Quanto ao biotipo, o ideal é procurar fazer um test-drive com alguns modelos antes de comprá-los. Assim, você terá certeza de que fez a melhor escolha.

CALCULE O CUSTO-BENEFÍCIO

Algumas pessoas confundem a relação custo-benefício com preço baixo. Esse raciocínio pode levar você a escolher a moto errada. Na verdade, uma boa relação custo-benefício existe quando você escolhe comprar um produto que traz muito mais benefícios em relação a outro de valor semelhante.

Uma moto de menor valor, por exemplo, pode não atender às suas necessidades básicas, o que é um custo-benefício ruim. O mesmo ocorre se você comprar uma motocicleta topo de linha, que terá muitos recursos irrelevantes para seu perfil.

O ideal é analisar todos esses fatores e verificar quais são os mais importantes para você. Depois, escolha alguns modelos que tenham essas características e só então veja quais apresentam as melhores condições de pagamento.

DEIXE DE LADO O STATUS

Mesmo que você esteja querendo uma moto por hobby, é importante pôr a mão só onde está ao seu alcance. Para tentar comprar o que não está dentro do orçamento, muitos recorrem a financiamentos longos. Fazer isso pode trazer dificuldades financeiras e em alguns casos, a pessoa pode até precisar vender a moto para não se enrolar mais.

E não pense que os gastos acabam com a compra. Pelo contrário, eles estão apenas começando. Depois da compra vem a documentação, seguro, combustível, revisões etc. Quanto mais caro o modelo, maiores serão os gastos nessas outras coisas também. Receber “curtidas” nas fotos é bom, mas calcular bem os gastos pode evitar muitos problemas.

FAÇA UM TEST RIDE

Assim como o test drive nos carros, o test ride é essencial para encontrar a moto ideal. Com isso, dá para saber se a motoca se adéqua à sua altura, suporta o seu peso e se você se sente confortável na pilotagem. Se um amigo seu tiver o modelo que você está de olho, melhor ainda. Dá para pedir um feedback e sentir a moto em outras situações, em uma viagem, por exemplo.

PENSE NO ASSENTO DA GARUPA

Muitos prezam boas parcerias ao pilotar. Seja a companhia da(o) “crush”, seja de amigos, a viagem fica mais legal. Dessa forma, é importante pensar no conforto e na segurança de quem está na garupa.

Algumas motos oferecem assentos maiores e ergonômicos. Já outras são projetas para trajetos curtos. Por outro lado, motos da categoria touring são as que mais têm a oferecer quando se fala em conforto em viagens longas.

LEVE EM CONTA SEU ESTILO E GOSTO PESSOAL

Por fim, mas não menos importante, considere suas preferências pessoais antes de escolher uma moto. Além de considerar tudo o que já falamos, analise o design das motos, pilote algumas e veja quais apresentam um encaixe bacana para você.

As pessoas que buscam uma moto econômica para o cotidiano, por exemplo, podem escolher uma da linha scooter, city ou trail. Porém, elas são indicadas para perfis de motociclistas diferentes.

Já para quem busca viajar em rodovias bem pavimentadas existem ótimos modelos disponíveis nas linhas naked, trail, sport e touring. Mas é evidente que cada uma delas é indicada para um perfil diferente de motociclista.

Os mais ousados preferirão as naked e sport para voar no asfalto. Por outro lado, quem deseja prazer e conforto, vai de trail ou touring. Tudo depende das suas necessidades e do que mais agrada esteticamente também.

DECIDA ENTRE UMA MOTO NOVA OU USADA

Ambas possuem vantagens. No caso de uma moto usada você não precisará desembolsar tanta grana e não será necessário gastar com a documentação inicial. Todo veículo novo perde uma parte considerável do seu valor por causa da depreciação nos primeiros anos, que é mais acentuada.

Por isso uma moto usada será bem mais barata. Porém, a confiabilidade e o valor de uma moto nova é indiscutível. Você pode esquecer gastos com manutenção corretiva nos primeiros anos, por exemplo. Vale a pena analisar bem antes de decidir.

Depois de considerar todos esses fatores, ficou fácil saber como escolher a moto ideal. O segredo é ter calma e persistência, pesquisar bastante e analisar suas necessidades.

E depois de tudo isso ainda pode surgir uma dúvida: é melhor uma moto nova mais simples ou uma usada mais bacana? Será que vale a pena comprar uma moto 0 km? Descubra agora mesmo conferindo o post que ajuda a responder essa pergunta. Boa leitura!

Leave a Reply

Your email address will not be published.